Por que Bitcoin Perdeu Valor Esta Semana?

Para quem estiver lendo esta matéria fora do período, ou seja, fora da data que eu publiquei, a referência é 16 de janeiro de 2016. Na semana que passou o preço do Bitcoin despencou, saindo de $  440,00 aproximadamente, para $ 370, neste exato momento em que escrevo esta matéria. O quê está acontecendo? Fique por dentro e não se desespere em vender suas moedas. 

Para quem não se lembra, há exatamente um ano atrás aconteceu a mesma coisa, quando a moeda virtual teve uma queda de 30% em apenas 1 dia. Isto ocorreu entre tantos fatores, devido à grande oferta de Bitcoins no mercado.  Assim, quem está acumulando a moeda com a intenção de vender por um preço elevado está sendo forçado a vender os Bitcoins agora, para satisfazer os seus custos baseados em dólar, e o excesso de oferta de Bitcoin barateia seu preço. Esta é uma das hipotéses, como ocorreu no ano passado, quando a moeda valia cerca de $220,00 dólares. 


As estimativas apresentadas por alguns especialistas ano passado apontam um crescimento muito bom para o valor do Bitcoin, porém com projeções de ganho a longo prazo. Ou seja, até o final de 2016. Mas será que é confiável? Entre os especialistas, alguns projetaram valores, outros preferiram não arriscar. Qual a base para fazer tais projeções? Veja abaixo as opiniões. 

Erik Voorhees, presidente da Shapeshift:

"US$ 1.800. Redução do fornecimento de mineração pela metade, uso e crescimento contínuo da plataforma, percepção de que o Bitcoin é o blockchain por parte de instituições financeiras, e mais pessoas descobrindo que podem economizar 20% na Starbucks com o FoldApp.”

Bobby Lee, presidente da BTCC:

"Minha estimativa é de aproximadamente US$ 2.000. O maior determinante por trás dos aumentos de preço será o aumento da tomada de conhecimento mundial sobre o Bitcoin. Hoje, o preço do Bitcoin é de US$ 1 per capita. Minha meta de preço para o ano que vem é de US$ 5 per capita, que corresponde a cerca de US$ 2.000 por Bitcoin. Para fins de comparação, o preço do ouro está em US$ 1.000 per capita.”

Jeff Berwick, editor-chefe da The Dollar Vigilante:

"US$ 1.799. Maiores determinantes: bancos, moedas e colapso econômico.”

Tuur Demeester, editor-chefe da Adamant Research:

"Acho que será maior do que é hoje, mas não quero definir um número.”

Andreas Antonopoulos, especialista em Bitcoin, palestrante e empreendedor:

"Não faço especulações de preço. É uma astrologia para mercados e acho irresponsável que empresas de mídia façam isso.”

Simon Dixon, presidente da BnkToTheFuture e gerente de fundos da Bitcoin Capital:

"Estou prevendo um mercado em alta para 2016, e o maior fator seria a atenção excessiva ao blockchain e o reconhecimento insuficiente do Bitcoin. Investidores começarão a perceber que o blockchain, o jargão da moda favorito dos bancos, é muito menos interessante e valioso do que o único blockchain funcionando em escala: o Bitcoin. Isso deve criar um novo fluxo de investidores à medida em que bancos promovem blockchains, apresentando esse novo conceito a investidores, mas eventualmente os investidores perceberão que o Bitcoin é mais valioso como um meio mundial de transferência de valores de A para B sem a necessidade de um banco, trazendo uma nova pressão de compra ao mercado e volume institucional. Observando o gráfico histórico, se o mercado em alta nos levar para além dos US$ 600, não vejo razão pela qual não devamos ver novas altas ultrapassando o patamar de US$ 1.200, mas dessa vez com apoio contínuo na nova alta por vários meses no fim de 2016 e com volume significativamente maior.”

Vishal Gupta, presidente da SearchTrade:

"Espero um aumento de 5 vezes no preço para o ano que vem, então podemos ver o Bitcoin na faixa de US$ 1.500 a US$ 2.000 no fim de 2016. As recompensas de mineração já tiveram um impacto de 8 vezes no preço da última vez, por volta de 2012.”

Ivan Tello, um analista técnico especialista em ondas de Elliott da Ruartereports.com:

"Após concluir a onda de baixa, o próximo alvo é US$ 600. As ondas de Elliot não são orientadas pela estimativa de tempo, mas devo compartilhar minha opinião de que cinco ondas parece muito empolgante. Acho que deve atingir US$ 600 em menos de 3 meses. Depois haverá uma correção acentuada e o preço pode cair de volta para US$ 350. 2016 será o melhor ano para o Bitcoin. O preço deve atingir e finalmente romper a máxima histórica de US$ 1.200, mas não posso dizer que será no fim de 2016”.

Michael Sonnenshein, diretor de desenvolvimento de negócios e vendas da Grayscale Invest:

"Não tenho um preço específico para citar. No entanto, acredito que o aumento da adoção e do uso do Bitcoin para várias aplicações determinará a demanda do lado comprador no próximo ano, o que poderia agregar valor ao preço. Além disso, acredito que o aumento do interesse e o envolvimento institucional no ramo continuarão a impulsionar a tomada de conhecimento, a adoção e o uso.”

0 comentários:

Postar um comentário

Ao comentar tenha certeza daquilo que vai escrever. Links de referência somente de sistemas que você jé testou. Por favor!

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis